Todo ser humano passa por grandes crises na vida. Acredito que eu esteja passando pela minha primeira. Talvez seja a idade. Apesar de ter apenas 25 anos, me pego enxergando algo na existência humana que não é mais como antes.

Me pego pensando na vida. Será que ela é assim tão chata ou foi eu que a tornei assim? Tantos sonhos abri mão por medo. Medo de viver. Medo de decepção. Medo da dor. 

Hoje me encontro totalmente perdida e sinto que não posso me dar ao luxo de me sentir assim. Não sou mais uma adolescente rebelde que não sabe o que quer. Ou será que ainda sou? Não de acordo com meu RG. 

Porque as nossas escolhas não podem ser mais fáceis? Ou será que somos nós, e não a vida, quem dificulta tudo? Porque tentamos o tempo todo agradar alguém? Porque fazemos tantas escolhas erradas? Porque nos sabotamos o tempo todo? Porque continuamos seguindo um sistema que não nos cabe mais?

São tantas perguntas sem respostas. 

Eu só sei que não quero mais. Não quero ser a filha perfeita. Não quero ter a profissão perfeita. Não quero ser a mulher perfeita. Não quero ser a boa moça. Não quero seguir padrões. Eu cansei de ser marionete. Quero quebrar as cordas que me manipulam. 

Quero seguir em frente. Sendo eu. Me encontrando e me transformando. Sem voltar a ser o que era antes. Quero ser tudo o que posso ser e mais um pouco. 

11 Comentários

  1. Você expressou o esejo de muita gente por ai ♥
    "Não quero ser a filha perfeita. Não quero ter a profissão perfeita. Não quero ser a mulher perfeita. Não quero ser a boa moça. Não quero seguir padrões. Eu cansei de ser marionete. Quero quebrar as cordas que me manipulam. " TEXTO LINDÃO, parabéns!!

    www.jubaqueen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gente, eu me identifico TANTO com esse tipo de texto e reflexão. Vivo em dramas existenciais, sabe?
    Amei ler, me lembrou que também preciso desabafar com esse tipo de texto de vez em quando, coisa que eu ando evitando um pouco pra não me sentir exposta. Besteira minha, enfim...
    (Teu blog é um amor! <3)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina, tbm vivo em crises existenciais o tempo todo. Não acredite que é besteira as coisas que vc sente. Tudo faz parte do que somos e vivemos.

      Obrigada pelo carinho. :*

      Excluir
  3. "Eu só sei que não quero mais. Não quero ser a filha perfeita. Não quero ter a profissão perfeita. Não quero ser a mulher perfeita. Não quero ser a boa moça. Não quero seguir padrões. Eu cansei de ser marionete. Quero quebrar as cordas que me manipulam." Me identifiquei bastante com esse trecho. Tenho 26 anos, então entendo bem o que você trouxe no texto, tenho os mesmos medos e as mesmas dúvidas. Estamos em uma fase da vida em que temos que tomar cada vez mais decisões e elas se tornam cada vez mais difíceis. Boa sorte na sua jornada.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lenise, pois é, está sendo, até o momento, a pior fase da minha vida porque eu não sei o que vou fazer com ela.

      Obrigada por seu comentário. :)

      Excluir
  4. Eu também amo fotografar, a primeira foto ficou linda com a borboleta. ❤

    ResponderExcluir
  5. Oie
    Nossa acho tão lindo esses textos que expressam sentimentos, acho que a gente não pode viver para agradar as outras pessoas ou passar grande parte de nosso tempo nos fazendo cobranças, ou nos culpando por acontecimentos que nos levaram a ser o que somos hoje, a vida segue e o melhor que podemos fazer é se sentir bem consigo mesmos e nos aceitar da forma que somos.
    Amei o texto :)
    Bjs

    https://psicologandomemorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, vc tem toda razão. Só agora consigo enxergar dessa forma. <3

      Excluir
  6. Oi Luísa, tudo bem? Acredito que todas as pessoas passam por um momento de crise existencial na vida. Para uns é mais fácil, para outros não. Mas o que podemos tirar desse momento é que servem para nosso crescimento, servem para que nos tornemos pessoas melhores, centradas, e com foco no que realmente vale a pena, no que realmente importa. As vezes seguimos por um caminho errado mas não é feio perceber isso e querer dar meia volta e tentar algo novo. Devemos fazer aquilo que nos deixa feliz. Gostei muito do texto. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Érika, com certeza. Tudo o que nos acontece nos serve de lição para a vida. Obrigada pelo carinho. <3

      Excluir